Cavendish "joga a toalha" e coloca Delta à venda

Após obter vitória no STJ contra atos da Controlodaria-Geral da União que declarou inidôneas a Delta Construções e sua subsidiária, a Técnica Construções, em contratos com a administração pública, empresário procura comprador para quitar dívidas

Após obter vitória no STJ contra atos da Controlodaria-Geral da União que declarou inidôneas a Delta Construções e sua subsidiária, a Técnica Construções, em contratos com a administração pública, empresário procura comprador para quitar dívidas
Após obter vitória no STJ contra atos da Controlodaria-Geral da União que declarou inidôneas a Delta Construções e sua subsidiária, a Técnica Construções, em contratos com a administração pública, empresário procura comprador para quitar dívidas (Foto: Roberta Namour)

247 - Em 2012, um relatório da Polícia Federal apontou que havia uma proximidade entre Fernando Cavendish, dono da Delta, e o contraventor Carlinhos Cachoeira.

A suspeita de envolvimento em corrução levou a Controlodaria-Geral da União declarar inidônea a Delta e sua subsidiária Técnica Construções. A companhia era uma das líderes em licitações com o governo de Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro.

No entanto, em recente decisão monocrática, o ministro do Superior Tribunal de Justiça Ari Pargendler acendeu uma luz no fim do túnel de Cavendish e suspendeu liminarmente os atos da Controlodaria-Geral da União. De acordo com o ministro, o tema tem relevância jurídica e perigo de demora é evidente.

Para o empresário, a decisão não chega a representar uma “volta por cima”, mas pode valorizar a tentativa de venda da Técnica para quitar dívidas da Delta.

Segundo Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, Cavendish jogou a toalha e estaria atrás de um comprador. “De acordo com plano firmado com os credores da Delta, todo o lucro da Técnica seria revertido para o pagamento de suas dívidas. As dificuldades que ela tem encontrado para firmar contratos com o poder público, no entanto, estão tornando a sua existência inútil”, diz a nota. Um grupo árabe, em negociação com o empresário, pulou fora recentemente.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247