Chanceler do governo golpista de Temer, Aloysio Nunes diz que Bolsonaro virou piada mundial

"Não creio que Joe Biden perca o sono em razão dessa má criação de alguém tão desacreditado internacionalmente como Jair Bolsonaro", afirmou o ex-chanceler Aloysio Nunes. "Empurrou nossa diplomacia à condição de pária", acrescentou o integrante do PSDB, partido que arquitetou o golpe e abriu caminho para a ascensão do bolsonarismo

Aloysio Nunes e Jair Bolsonaro
Aloysio Nunes e Jair Bolsonaro (Foto: Pedro França/Agência Senado | Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Sputnik - O ex-chanceler Aloysio Nunes disse nesta terça-feira (17) que a ameaça do presidente Jair Bolsonaro contra os Estados Unidos é "motivo de gargalhada".

Segundo Nunes, que foi ministro das Relações Exteriores durante o governo Temer, a provável derrota de Donald Trump nas eleições americanas isola o presidente Jair Bolsonaro.

"Não creio que Joe Biden perca o sono em razão dessa má criação de alguém tão desacreditado internacionalmente como Jair Bolsonaro. Mas a descortesia do presidente brasileiro tornará mais difícil o acesso do nosso competente embaixador em Washington aos altos escalões da nova administração", argumentou.

O presidente Jair Bolsonaro fez uma menção indireta a Joe Biden, sem citá-lo nominalmente, e disse na semana passada que "diplomacia não é suficiente" e que, às vezes, "é necessário ter pólvora".

Aloysio Nunes afirmou, citado pela revista Veja, que a declaração de Bolsonaro "empurrou nossa diplomacia à condição de pária".

"A cumplicidade do nosso presidente com a destruição da floresta Amazônica é motivo de muita preocupação no Brasil e no mundo, e empurrou nossa diplomacia à condição de pária. Já a ameaça militar aos Estados Unidos foi objeto de uma gargalhada universal", disse o ex-chanceler.

O ex-chanceler ainda comparou Bolsonaro a um personagem de comédia e ao presidente do Turcomenistão.

"Há quem diga que Bolsonaro esteja em busca de um novo paradigma: fala-se em Gurbanguly Berdymukhamedov, presidente do Turcomenistão, e mesmo do Borat Sagdiyev", completou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email