“Chega de condescendência com o racismo”, diz Celso Amorim

“Não à violência contra a população pobre deste país! Não à barbárie contra nossos irmãos e irmãs negros e negras!”, afirmou ainda o embaixador

(Foto: ABr | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O embaixador Celso Amorim, integrante do conselho editorial do Brasil 247, se manifestou sobre o assassinato de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, numa loja do Carrefour em Porto Alegre. “A cena do espancamento até à morte do cidadão brasileiro negro, João Alberto de Freitas causa indignação e revolta. É o sintoma trágico de uma sociedade doente que despreza o ser humano e valoriza a violência. Pior: é o sinal de como o racismo está entranhado em grande parte da nossa população”, afirmou.

O embaixador também cobrou punição rigorosa. “É necessária uma punição exemplar aos autores desse crime, aí incluídos os responsáveis diretos e indiretos pela administração do grande conglomerado comercial onde ocorreu o assassinato brutal. Chega de condescendência com o racismo! Não à violência contra a população pobre deste país! Não à barbárie contra nossos irmãos e irmãs negros e negras!”, apontou.

Inscreva-se na TV 247 e confira o comentário de Mauro Lopes sobre o assassinato:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email