"Clicou errado", diz irmão de Weintraub sobre crítica a Bolsonaro

“Evidente que clicou errado. Está viajando com internet intermitente. Fica fora do ar. Já tirou o RT”, justificou Arthur Weintraub, irmão do ministro Abraham Weintraub tentando explicar o compartilhamento de mensagem que chamava de "traidor" Jair Bolsonaro, pela sanção do pacote anticrime

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O irmão do ministro da Educação Abraham Weintraub, Arthur Weintraub, foi às redes sociais para tentar remendar o compartilhamento da mensagem do youtuber conservador Nando Moura feito pelo ministro que chamava jair Bolsonaro de "traidor", pela sanção do pacote anticrime com vetos.

“Evidente que clicou errado. Está viajando com internet intermitente. Fica fora do ar. Já tirou o RT”, justificou Arthur Weintraub. “Meu irmão é tiozão de internet. Ele às vezes fica folhando posts e dá like e RT sem querer. Eu pergunto ‘vc viu q vc curtiu tal coisa?’. Ele ‘eu apenas li’. Some-se a isso o fato de que ele está num navio, com internet intermitente. Meu irmão vai gravar vídeo explicando o erro”, disse.

Os internautas, no entanto, não engoliram a explicação. “Pra dar retweet são dois cliques, caro Arthur. Ele acertou a pequeníssima chance de clicar 2x errado?”, questionou um internauta.

A mensagem do youtuber, compartilhada pelo ministro, dizia que “Bolsonaro ao sancionar a emenda do FREIXO traiu não só o ministro Sérgio Moro mas TODO o povo brasileiro. Não existe mais nenhuma justiça neste país”.

O presidente da UNE, Iago Montalvão, foi quem flagrou o tuíte de Weintraub. “Pega essa bomba! Ministro da Educação retuitando um YouTuber que diz que Bolsonaro é um traidor. O negócio tá feio! Crise no governo!”, publicou. Minutos após a postagem de Montalvão, o ministro apagou a republicação.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247