Com aval de Fachin, Aras reabre inquérito sobre corrupção contra Rodrigo Maia

Com aval do ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, o procurador-geral da República Augusto Aras reabre inquérito para apurar caso de corrupção envolvendo o presidente da Câmara Rodrigo Maia

Augusto Aras e Rodrigo Maia
Augusto Aras e Rodrigo Maia (Foto: Bruno Batista/VPR | Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu unificar e reabrir duas investigações sobre supostos pagamentos da empreiteira OAS ao presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ).  

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin autorizou a solicitação e determinou o envio dos autos à Polícia Federal para a reabertura das investigações contra o presidente da Câmara. O caso tramita sob sigilo, informa O Globo.

Dois inquéritos no STF apuraram suspeitas de repasses da OAS a Rodrigo Maia. Um deles se baseia em trocas de mensagens entre o parlamentar do DEM e o ex-presidente da empreiteira, Léo Pinheiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247