Com imagem de extrema-direita, Bolsonaro quer posar como 'reformista' na ONU

Bolsonaro foi aconselhado por assessores do ministro neoliberal da Economia, Paulo Guedes, a vender a imagem de 'reformista' em discurso na Assembleia Geral da ONU

Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes
Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro foi aconselhado a alardear a agenda econômica do governo em seu discurso na ONU, nesta terça (24), informa a coluna Painel da Folha de S.Paulo.  

A equipe do ministro neoliberal da Economia, Paulo Guedes, enviou a Bolsonaro a sugestão de apresentar o pacote de medidas entreguistas e antipopulares do governo como o mais ambicioso plano de 'reformas' entre os países emergentes. 

Entre essas sugestões está a de propagandear as  aprovações da reforma da Previdência na Câmara e da proposta da Liberdade Econômica, além de acordos comerciais.  

A coluna ressalta que o governo está determinado a usar a Assembleia da ONU como palco para tentar reverter o desgaste de sua imagem no exterior.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email