Com taxa de R$ 4 mil, Partido Novo abre seleção para candidatos a prefeito

Principal partido de viés liberal do país, o Partido Novo abriu nesta quarta-feira (17) processo seletivo para as disputas de comando de oito capitais nas eleições majoritárias de 2020; se aprovados, os interessados só poderão participar da segunda fase do processo seletivo se já filiados ao Partido Novo e tiverem pago uma inscrição no valor de R$ 4 mil – que, salienta o partido, não será devolvido em caso de eliminação

Com taxa de R$ 4 mil, Partido Novo abre seleção para candidatos a prefeito
Com taxa de R$ 4 mil, Partido Novo abre seleção para candidatos a prefeito (Foto: Reprodução/Facebook)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247  - Principal partido de viés liberal do país, o Partido Novo abriu nesta quarta-feira (17) processo seletivo para as disputas de comando de oito capitais nas eleições majoritárias de 2020. A reportagem é do Boletim da Liberdade.

Os interessados em concorrer no próximo ano às prefeituras de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Fortaleza (CE) ou Recife (PE) se submeterão a um processo composto por quatro etapas.

Dos pré-requisitos para os interessados, estão a "experiência mínima de oito anos em posições relevantes em gestão no setor público e/ou privado" e o "reconhecimento perante a sociedade e comunidade empresarial da região".

As inscrições ficarão abertas até o dia 15 de outubro de 2019 e a primeira etapa contará com uma análise das informações pessoais e profissionais dos postulantes.

Se aprovados por membros do diretório municipal e/ou estadual, os interessados só poderão participar da segunda fase se já filiados ao Partido Novo e tiverem pago uma inscrição no valor de R$ 4 mil – que, salienta o partido, não será devolvido em caso de eliminação.

Ainda nessa fase, haverá entrevistas e testes comportamentais feitos por uma empresa de recursos humanos.

A última etapa do processo seletivo, por sua vez, se dará por meio de uma entrevista em videoconferência que contará com um "Comitê de Avaliação", cujos participantes sairão dos diferentes níveis de diretórios, bem como do Diretório de Apoio ao Mandatário.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247