Comemoração do golpe de 64 já está na agenda do Exército que diz se tratar de 'Fato histórico'

O Centro de Comunicação Social do Exército informa que os quartéis vão comemorar o aniversário do golpe militar de 1964, nesta sexta-feira (29); as atividades preparadas são nos moldes das solenidades feitas para "se comemora um fato histórico em que o Exército tenha tomado parte"

Comemoração do golpe de 64 já está na agenda do Exército que diz se tratar de 'Fato histórico'
Comemoração do golpe de 64 já está na agenda do Exército que diz se tratar de 'Fato histórico'
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Centro de Comunicação Social do Exército, em resposta a questionamentos enviados pelo UOL, confirmou que os quartéis vão comemorar o aniversário do golpe militar de 1964, ocorrido em 31 de março. De acordo com a nota, estão sendo preparadas pelos militares solenidades nos moldes daquelas em que "se comemora um fato histórico em que o Exército tenha tomado parte", inclusive com tropas desfilando.

A medida atende a uma orientação dada pelo presidente Jair Bolsonaro para comemorar a ditadura. O Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, divulgou uma nota na qual afirma que a comemoração do golpe militar de 1964 merece "repúdio social e político" e pode configurar improbidade administrativa.

No entanto, o evento já é parte da agenda oficial das Forças Armadas. A data aparece na agenda do comandante do Exército, General Edson Leal Pujol, como "solenidade comemorativa". Segundo o Exército, a comemoração está agendada para a sexta-feira (29), às 8 horas, no Comando Militar do Planalto, em Brasília, e "seguirá os mesmos procedimentos previstos na legislação".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247