Contra Aras, procuradores cobram que escolha de novo PGR não seja "por afinidade"

A Associação Nacional dos Procuradores da República marcou para o fim de junho as eleições para a formação da lista tríplice a ser apresentada a Jair Bolsonaro para a escolha do novo PGR

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Contra a recondução de Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República (PGR), a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) pediu que Jair Bolsonaro não escolha o novo PGR “por afinidade” e em “gabinetes fechados”.

A Associação Nacional dos Procuradores da República marcou para o fim de junho as eleições para a formação da lista tríplice a ser apresentada a Jair Bolsonaro para a escolha do novo PGR.

Bolsonaro, no entanto, ao escolher Aras para exercer o atual cargo, não levou em consideração os indicados pela lista tríplice dos procuradores.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email