Contra prisão, manifestantes impedem saída de Lula

Apesar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dizer que iria cumprir a decisão judicial e se apresentar à Polícia Federal, a militância reunida em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, onde ele está desde a última quinta-feira (5), quando Sérgio Moro decretou sua prisão, impediu que o ex-presidente deixasse o local; no momento, centenas de manifestantes formam uma espécie de cordão humano para impedir que Lula deixe o local para se apresentar à Polícia Federal, que está posicionada no entorno do sindicato

Vigília democrática em solidariedade à Lula. Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. 05.04.2018 Foto: Adonis Guerra/SMABC
Vigília democrática em solidariedade à Lula. Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. 05.04.2018 Foto: Adonis Guerra/SMABC (Foto: Paulo Emílio)

247 - Apesar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dizer que iria cumprir a decisão judicial e se apresentar à Polícia Federal, a militância reunida em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, onde ele está desde a última quinta-feira (5), quando Sérgio oro decretou sua prisão, impediu que o ex-presidente deixasse o local.

Lula estava acompanhado no carro do advogado Cristiano Zanin, mas ao tentar sair por um dos portões laterias do sindicato, simpatizantes avançaram contra as grades e o carro teve que recuar. Lula desceu logo em seguida e voltou para as dependências do sindicato. 

No momento, centenas de manifestantes formam uma espécie de cordão humano para impedir que Lula deixe o local para se apresentar à Polícia Federal, que está posicionada no entorno do sindicato. Lula deverá ser levado para o aeroporto de Congonhas e de lá ser transferido para a sede da PF no Paraná.

Inscreva-se na TV 247 e confira a movimentação de militantes que tentam impedir a prisão de Lula:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247