Corpos de militares são recebidos com honras no Rio

Segundos-tenentes Carlos Alberto Vieira Figueredo e Roberto Lopes dos Santos morreram durante o combate ao incndio que atingiu a estao brasileira na Antrtica

Corpos de militares são recebidos com honras no Rio
Corpos de militares são recebidos com honras no Rio (Foto: GUTO MAIA/AGÊNCIA ESTADO)

Agência Brasil e Estado - Os corpos do suboficial Carlos Alberto Vieira Figueredo e do primeiro-sargento Roberto Lopes dos Santos, mortos no combate ao incêndio que atingiu a Estação Antártica Comandante Ferraz no último sábado, foram recebidos com honras militares, na Base Aérea do Galeão, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, na manhã desta terça- feira (28).

O avião da Força Aérea Brasileira Hércules C 130, que trouxe os corpos, pousou às 8h50 de hoje. Os caixões foram levados para um hangar, onde aconteceu a cerimônia militar. O vice-presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Defesa, Celso Amorim, participaram da solenidade em que os dois militares mortos foram promovidos por atos de bravura.

A Marinha divulgou nota informando que o militar ferido no incêndio, o primeiro-sargento Luciano Gomes Medeiros, permanece internado em tratamento no Hospital Naval Marcílio Dias. Ele teve queimaduras nas duas mãos e, segundo a Marinha, o estado de saúde do militar é estável.

Ainda de acordo com a nota da Marinha, dos 26 pesquisadores que desembarcaram no Galeão na madrugada de ontem (27), os 16 que não moram no Rio de Janeiro foram hospedados em um hotel no centro, de onde partiram em voos comerciais para os locais de destino.

“A gente combateu com neve, a gente combateu com água, a gente combateu com força, a gente combateu com suor, mas (pausa) não foi possível. A gente fez o que era possível. A estação se queimou. Um sonho de muitos. São 30 anos de pesquisas, 30 anos de histórias, 30 anos de resultados”, lembrou o tenente Pablo Tinoco ao desembarcar.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247