Cortar Bolsa Família mandará 8 milhões de volta à pobreza, diz ministra

Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, disse que a proposta de cortar R$ 10 bilhões do programa Bolsa Família, como proposto pelo relator do Orçamento Geral da União para 2016, deputado federal Ricardo barros (PP-PR), "é desastroso para o futuro do País; "Significa tirar 23 milhões de pessoas do programa. Mandar 8 milhões de volta para a pobreza extrema, destas, 3 milhões e 300 mil crianças", afirmou, em entrevista

Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, disse que a proposta de cortar R$ 10 bilhões do programa Bolsa Família, como proposto pelo relator do Orçamento Geral da União para 2016, deputado federal Ricardo barros (PP-PR), "é desastroso para o futuro do País; "Significa tirar 23 milhões de pessoas do programa. Mandar 8 milhões de volta para a pobreza extrema, destas, 3 milhões e 300 mil crianças", afirmou, em entrevista
Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, disse que a proposta de cortar R$ 10 bilhões do programa Bolsa Família, como proposto pelo relator do Orçamento Geral da União para 2016, deputado federal Ricardo barros (PP-PR), "é desastroso para o futuro do País; "Significa tirar 23 milhões de pessoas do programa. Mandar 8 milhões de volta para a pobreza extrema, destas, 3 milhões e 300 mil crianças", afirmou, em entrevista (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, se manifestou de forma contundente contra a proposta do relator do Orçamento Geral da União para 2016, deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), de cortar R$ 10 bilhões dos recursos destinados ao programa Bolsa Família.

Segundo a ministra, um corte desta dimensão "é desastroso para o futuro do País. "Significa tirar 23 milhões de pessoas do programa. Mandar 8 milhões de volta para a pobreza extrema, destas, 3 milhões e 300 mil crianças", destacou durante entrevista levada  ao ar nesta segunda-feira (26) pelo programa É Notícia, da Rede TV. O Bolsa Família atende cerca de 14 milhões de famílias, alcançando aproximadamente 50 milhões de pessoas.

Ela também questionou a oposição que afirma que os programas sociais do governo foram criados, em sua maioria, no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Sobre este assunto, ela firmou que o partido tucano só criou programas sociais às vésperas da eleição, no final de 2001. "Sabe quando foi criado o vale gás? Dia 27 de dezembro de 2001. Três dias antes do ano eleitoral", cutucou.

Assista à íntegra aqui.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247