Cortes de Temer deixam fiscais do trabalho sem gasolina

Fiscalização do Ministério do Trabalho contra o trabalho escravo e o trabalho infantil, além de em condições degradantes no campo e em obras, vai parar em todo o País a partir de meados de agosto; o motivo: cortes do governo Temer; enquanto isso, o peemedebista gasta bilhões para comprar parlamentares com emendas

Fiscalização do Ministério do Trabalho contra o trabalho escravo e o trabalho infantil, além de em condições degradantes no campo e em obras, vai parar em todo o País a partir de meados de agosto; o motivo: cortes do governo Temer; enquanto isso, o peemedebista gasta bilhões para comprar parlamentares com emendas
Fiscalização do Ministério do Trabalho contra o trabalho escravo e o trabalho infantil, além de em condições degradantes no campo e em obras, vai parar em todo o País a partir de meados de agosto; o motivo: cortes do governo Temer; enquanto isso, o peemedebista gasta bilhões para comprar parlamentares com emendas (Foto: Gisele Federicce)

247 – Fiscais do Ministério do Trabalho que atuam contra o trabalho escravo e o trabalho infantil, além de em condições degradantes no campo e em obras, vão parar em todo o País a partir de meados de agosto.

O motivo: cortes do governo Temer no setor, que impedem, por exemplo, que eles comprem combustíveis para os carros. Por isso, não haverá visitas a campos para inspeções e flagrantes.

Enquanto isso, o peemedebista gasta bilhões na compra de votos de políticos no Congresso Nacional com emendas parlamentares, a fim de se livrar de denúncias de corrupção. As informações são do colunista Lauro Jardim, do Globo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247