Cortes no Bolsa Família podem eliminar 400 mil famílias do programa

Dois dos maiores programas sociais do Brasil — o Bolsa Família e o Minha casa, minha vida — terão cortes de 7,8% e 42%, respectivamente, em 2020. Com este orçamento, cerca de 400 mil famílias deverão deixar de receber o benefício em 2020

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Dois dos maiores programas sociais do Brasil — o Bolsa Família e o Minha casa, minha vida — terão cortes de 7,8% e 42%, respectivamente, em 2020. Com este orçamento, cerca de 400 mil famílias deverão deixar de receber o benefício em 2020.

A reportagem do site DCM destaca que "o contingenciamento de dinheiro também atingiu em cheio, por exemplo, 43 mil famílias cadastradas no Cartão Família Carioca — programa municipal que prevê uma complementação mensal aos beneficiários do Bolsa Família com renda mais baixa. O pagamento está atrasado há dois meses."

A matéria ainda acrescenta trecho da fala do economista Francisco Menezes: "em função do quadro social, o problema da fome está reaparecendo de forma grave. Num contexto de pobreza e extrema pobreza, o programa deveria ter sido ampliado. A opção por um programa de austeridade para superar a crise penalizou os mais pobres."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247