Crescimento da aprovação de Tabata Amaral é fake news

O jornal O Estado de S. Paulo deu matéria intrigante sobre a ascensão de Tabata Amaral (PDT-SP) depois do voto a favor da reforma da Previdência; segundo o veículo, a aprovação de Tabata dobrou: de 30% para 61%; o problema é que apenas 6% dos entrevistados conhecem Tabata, o que resulta em 3,6% de aprovação de fato

Tabata Amaral
Tabata Amaral (Foto: Will Shutter/ Câmara dos Deputados)

247 - O jornal O Estado de S. Paulo deu matéria intrigante sobre a ascensão de Tabata Amaral (PDT-SP) depois do voto a favor da reforma da Previdência. Segundo o veículo, a aprovação de Tabata dobrou: de 30% para 61%. O problema é que apenas 6% dos entrevistados conhecem Tabata, o que resulta em 3,6% de aprovação de fato. 

A reportagem do DCM destaca que "de acordo com o levantamento da consultoria Ideia Big Data, 30% das pessoas que conheciam Tabata Amaral em junho aprovavam sua atuação em Brasília. O porcentual passou para 61% em julho. A pesquisa neste mês foi feita entre os dias 14 e 17 – após, portanto, a votação em 1º turno da reforma na Câmara."

A matéria republica comentários sobre a fraude: 

"(1) Pessoas que desconhecem ou apenas ouviram falar dela são 81 + 13 = 94%. Conhecem bem = 6%

(2a) Dos 6% de pessoas que conhecem bem, 61% dizem que aprovam o trabalho. Ou seja, 3,66% do total aprovam o trabalho dela. Margem de erro é 2,15%. Entre 5,81 e 1,51% .

(2b) Ou 13 + 6 =19% das pessoas a conhecem de alguma forma e 61% dizem que aprovam o trabalho. 11,59% de aprovação com margem de erro 2,15%. Aprovação entre 13,74 e 9,44%.

(3) Foram feitas duas pesquisa de âmbito nacional para saber o que achavam da Tabata Amaral. Por quê? Foram analisados outros deputados federais (seria uma pesquisa ampla e cara)? Se não, por que só ela? Quanto custou essa pesquisa? Quem pagou? (…)"

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247