Dallagnol diz que PMDB e PSDB estão em guerra contra Lava Jato

O procurador da República Deltan Dallagnol disse em sua conta no Twitter neste sábado que PSDB e o PMDB de Michel Temer "declaram guerra aberta à Lava Jato", e que o "futuro está nas mãos da sociedade"; com a sobrevida que Gilmar Mendes deu a Temer o absolvendo no Tribunal Superior Eleitoral, a expectativa é de que o peemedebista, com apoio dos tucanos, monte uma força-tarefa em ofensiva contra a Lava Jato; estratégia é manter uma base mínima na Câmara, capaz de barrar denúncia da Procuradoria Geral da República

O  coordenador da força-tarefa Lava Lato, o procurador da República Deltan Dallagnol, apresenta propostas do Ministério Público Federal para o Combate à Corrupção (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O coordenador da força-tarefa Lava Lato, o procurador da República Deltan Dallagnol, apresenta propostas do Ministério Público Federal para o Combate à Corrupção (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Romulo Faro)

247 - O procurador da República Deltan Dallagnol disse em sua conta no Twitter neste sábado que PSDB e o PMDB de Michel Temer "declaram guerra aberta à Lava Jato", e que o "futuro está nas mãos da sociedade". 

Com a sobrevida que Gilmar Mendes deu a Temer o absolvendo no Tribunal Superior Eleitoral, a expectativa é de que o peemedebista, com apoio dos tucanos, monte uma força-tarefa em ofensiva contra a Lava Jato.

Estratégia do combalido governo é manter uma base mínima na Câmara dos Deputados, capaz de barrar denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR), o que deve acontecer na próxima semana. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247