Data Popular: no Brasil, o corrupto é o outro

Uma pesquisa realizada pelo Data Popular aponta que, ainda que só 3% dos brasileiros afirmem ser corruptos, 70% admitem ter tomado ao menos uma "atitude corrupta" durante a vida; responsável pelo levantamento, Renato Meirelles constata que a corrupção está enraizada a tal ponto no País que o brasileiro não se percebe como corrupto: "Se acha isento nas pequenas corrupções de que se beneficia e critica as grandes, nas quais se acha lesado", diz ele na coluna de Sonia Racy

www.brasil247.com - Uma pesquisa realizada pelo Data Popular aponta que, ainda que só 3% dos brasileiros afirmem ser corruptos, 70% admitem ter tomado ao menos uma "atitude corrupta" durante a vida; responsável pelo levantamento, Renato Meirelles constata que a corrupção está enraizada a tal ponto no País que o brasileiro não se percebe como corrupto: "Se acha isento nas pequenas corrupções de que se beneficia e critica as grandes, nas quais se acha lesado", diz ele na coluna de Sonia Racy
Uma pesquisa realizada pelo Data Popular aponta que, ainda que só 3% dos brasileiros afirmem ser corruptos, 70% admitem ter tomado ao menos uma "atitude corrupta" durante a vida; responsável pelo levantamento, Renato Meirelles constata que a corrupção está enraizada a tal ponto no País que o brasileiro não se percebe como corrupto: "Se acha isento nas pequenas corrupções de que se beneficia e critica as grandes, nas quais se acha lesado", diz ele na coluna de Sonia Racy (Foto: Roberta Namour)


247 - Uma pesquisa realizada pelo Data Popular aponta que, ainda que só 3% dos brasileiros afirmem ser corruptos, 70% admitem ter tomado ao menos uma "atitude corrupta" durante a vida.

Responsável pelo levantamento, Renato Meirelles constata que a corrupção está enraizada a tal ponto no País que o brasileiro não se percebe como corrupto: "Se acha isento nas pequenas corrupções de que se beneficia e critica as grandes, nas quais se acha lesado", diz ele na coluna de Sonia Racy.

Veja abaixo mais dados da pesquisa:
Comprou algum produto pirata? 67% dizem que sim. Recebeu troco e não devolveu a diferença? 21% admitem que sim -- e outros 46% informam que não, mas admitem ter conhecimento de alguém que fez isso. Pagou propina a um policial ou agente de fiscalização? A porcentagem cai para 7% mas outros 19% juram conhecer gente que subornou.

Declarou ou deixou de declarar alguma coisa para a RF visando restituição? Só 1% confirma a malandragem. Mas, a exemplo do que ocorre em outras respostas, 15% dos entrevistados apontam alguém que faz isso sistematicamente.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247