Datafolha: manifestantes rejeitam Temer e Renan

Maioria dos 135 mil participantes da manifestação contra o governo da presidente Dilma Rousseff na Avenida Paulista neste domingo 16 também rejeita o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), segundo pesquisa Datafolha; já o índice de rejeição do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi menor: 49% consideram sua atuação péssima ou ruim

Maioria dos 135 mil participantes da manifestação contra o governo da presidente Dilma Rousseff na Avenida Paulista neste domingo 16 também rejeita o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), segundo pesquisa Datafolha; já o índice de rejeição do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi menor: 49% consideram sua atuação péssima ou ruim
Maioria dos 135 mil participantes da manifestação contra o governo da presidente Dilma Rousseff na Avenida Paulista neste domingo 16 também rejeita o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), segundo pesquisa Datafolha; já o índice de rejeição do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi menor: 49% consideram sua atuação péssima ou ruim (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A maioria dos 135 mil participantes que foram à manifestação contra o governo da presidente Dilma Rousseff na Avenida Paulista neste domingo (16) também rejeita o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), segundo pesquisa do Instituto Datafolha. Temer e Renan são os sucessores de Dilma caso ela venha a ser impedida de levar o seu mandato adiante. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também registra um alto índice de reprovação.

Segundo o Datafolha, 68% dos manifestantes que compareceram ao ato deste domingo na capital paulista consideram a atuação de Michel Temer ruim ou péssima. Já o índice de desaprovação do presidente do Senado, Renan Calheiros, chega a 79%. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, registrou 49% de atuação considerada péssima ou ruim pelos ouvidos no estudo.

Ainda conforme a pesquisa, 95% dos presentes ao ato consideram o governo da presidente Dilma Rousseff como ruim ou péssimo. Outros 4% avaliam o desempenho do governo como regular e somente 1% o qualificam como bom ou ótimo. Questionados se a presidente deveria renunciar, 85% disseram que sim. Outros 82% disseram que Dilma deverão ser afastada após um processo de impeachment. Somente 15% defenderam que ela permaneça à frente do cargo e 2% não se posicionaram sobre o assunto.

O Datafolha ouviu 1.335 pessoas que participaram da manifestação na capital paulista e a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email