De Glenn a Crivella: quem expôs crianças à pornografia foi Bolsonaro

"A parte mais irônica da ordem de censura de Crivella é que a pessoa que expôs as crianças do Brasil à pornografia pesada se chama 'Jair Bolsonaro', quando postou um vídeo de sexo gráfico sem aviso ao Twitter e depois fez o país discutir 'golden showers'", afirmou o jornalista Glenn Greenwald

247 - O jornalista Glenn Greenwald, do site Intercept Brasil, que vem revelando irregularidades da Lava Jato, criticou a iniciativa do prefeito do Rio, marcelo Crivella (PRB),  que mandou recolher todos os exemplares de 'Vingadores, a cruzada das crianças' que estavam à venda nas estandes da Bienal do Livro do Rio por causa de um beijo gay entre dois personagens.

"A parte mais irônica da ordem de censura de Crivella é que a pessoa que expôs as crianças do Brasil à pornografia pesada se chama 'Jair Bolsonaro', quando postou um vídeo de sexo gráfico sem aviso ao Twitter e depois fez o país discutir 'golden showers'", escreveu o norte-americano no Twitter.

O jornalista do Intercept fez referência ao vídeo obsceno postado por Bolsoanro no Twitter durante o Carnaval. No vídeo, um homem aparece com as nádegas nuas, introduzindo o dedo no ânus. Depois outro rapaz começa a urinar na cabeça dele

No dia seguinte à publicação, Bolsonaro questionou o que é "Golden Shower". O termo, em inglês, traduzido como "chuveiro dourado", expressão usado para nomear a prática de urinar no parceiro, durante a relação sexual. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247