Defesa de Lula volta a pedir suspeição de Moro

Advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio lula da Silva voltaram a pedir a suspeição do juiz federal Sérgio Moro. Defesa pede que o relator dos processos da Lava Jato no STJ, Félix Fischer, reveja a decisão que negou o pedido de suspeição de Moro; Moro, que condenou Lula a 9,6 anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do tríplex, é responsável por outros dois processos contra o ex-presidente

moro lula
moro lula (Foto: Paulo Emílio)

247 - Os advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltaram a pedir a suspeição do juiz federal Sérgio Moro.

A defesa pede que o relator dos processos da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Félix Fischer, reveja a decisão que negou o pedido de suspeição de Moro.

Moro, que condenou Lula a 9,6 anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do tríplex, é responsável por outros dois processos contra o ex-presidente.

Inicialmente, a defesa havia recorrido ao próprio para que este avaliasse a sua suspeição. Diante da negativa, os advogados recorreram sem sucesso ao Tribunal Regional para que o magistrado se pronunciasse sobre o caso.

Segundo a defesa, dentre as bases para o pedido de suspeição estão a divulgação de áudios, autorizados por Moro, da presidente deposta Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula sobre a nomeação do ex-presidente como ministro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247