Defesa do filho de Lula quer acesso à investigação

Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que faz a defesa da Touchdown Promoção de Eventos Esportivos Ltda., empresa do filho do ex-presidente Lula, Luis Cláudio Lula da Silva, informou que protocolou pedido de vista dos autos para ter conhecimento do teor das investigações que motivaram o mandado de busca e apreensão, cumprido nesta segunda (26); "Até o momento, contudo, não houve acesso ao material usado para justificar a medida, o que impede que a defesa possa exercer o contraditório e tomar as medidas cabíveis. Causa estranheza a alegação de posse de cópia dos autos por parte da imprensa, considerando que o processo tramita sob segredo de justiça", diz

Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que faz a defesa da Touchdown Promoção de Eventos Esportivos Ltda., empresa do filho do ex-presidente Lula, Luis Cláudio Lula da Silva, informou que protocolou pedido de vista dos autos para ter conhecimento do teor das investigações que motivaram o mandado de busca e apreensão, cumprido nesta segunda (26); "Até o momento, contudo, não houve acesso ao material usado para justificar a medida, o que impede que a defesa possa exercer o contraditório e tomar as medidas cabíveis. Causa estranheza a alegação de posse de cópia dos autos por parte da imprensa, considerando que o processo tramita sob segredo de justiça", diz
Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que faz a defesa da Touchdown Promoção de Eventos Esportivos Ltda., empresa do filho do ex-presidente Lula, Luis Cláudio Lula da Silva, informou que protocolou pedido de vista dos autos para ter conhecimento do teor das investigações que motivaram o mandado de busca e apreensão, cumprido nesta segunda (26); "Até o momento, contudo, não houve acesso ao material usado para justificar a medida, o que impede que a defesa possa exercer o contraditório e tomar as medidas cabíveis. Causa estranheza a alegação de posse de cópia dos autos por parte da imprensa, considerando que o processo tramita sob segredo de justiça", diz (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que faz a defesa da Touchdown Promoção de Eventos Esportivos Ltda., empresa do filho do ex-presidente Lula, Luis Cláudio Lula da Silva, informou que protocolou pedido de vista dos autos para ter conhecimento do teor das investigações que motivaram o mandado de busca e apreensão, cumprido nesta segunda (26). 

"Até o momento, contudo, não houve acesso ao material usado para justificar a medida, o que impede que a defesa possa exercer o contraditório e tomar as medidas cabíveis. Causa estranheza a alegação de posse de cópia dos autos por parte da imprensa, considerando que o processo tramita sob segredo de justiça", informa.

Na nota, o advogado diz que a Touchdown e a LFT Marketing Esportivo reiteram que "tal busca revela-se despropositada, na medida em que as citadas empresas não têm qualquer relação, direta ou indireta, com os fatos investigados no âmbito da Operação Zelotes".

"A Touchdown organiza o campeonato brasileiro de futebol americano — torneio que reúne 16 times, incluindo Corinthians, Flamengo, Vasco da Gama, Botafogo, Santos e Portuguesa. É uma empresa ligada ao esporte, que não tem e jamais teve qualquer demanda junto ao CARF. Da mesma forma, a LFT Marketing Esportivo, constituída em 2011 por Luís Cláudio Lula da Silva, não tem e jamais teve qualquer interesse defendido perante o CARF", completa o texto.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247