Del Roio: como um general detido, Lula resiste no cárcere

Escritor e ex-senador na Itália, José Luís del Roio concedeu entrevista à TV 247 condenando as arbitrariedades do judiciário que mantém Lula num cárcere há três meses; ele ressalta que é doloroso ver o ex-presidente em tal situação; "Eu gostaria de tirá-lo de lá hoje, mas como não posso, temos que continuar a mobilizar e denunciar o golpe internacionalmente", conclama; assista

Del Roio: como um general detido, Lula resiste no cárcere
Del Roio: como um general detido, Lula resiste no cárcere (Foto: Editora Brasil 247 | Ricardo Stuckert)

TV 247 - O escritor e ex-senador na Itália José Luís del Roio concedeu entrevista à TV 247 analisando o cenário político nacional e denunciado o Estado de exceção que vigora no Brasil após o golpe de 2016. Ao condenar a situação que Lula se encontra, Del Roio compara a sua situação com a de um general na guerra: "Lula resiste no cárcere". 

Del Roio, que possui 60 anos de militância, afirma que o Brasil possui "o problema Luiz Inácio Lula da Silva" e "uma vantagem Luiz Inácio Lula da Silva". "Quando um homem tem 40% dos votos e amor da população brasileira, ele tem uma força imensa, mesmo na cadeia, nós estamos conduzidos por ele. Se Lula quer ser candidato, ele tem o sacrossanto direito de der candidato", ressalta. 

Ele classifica como "dolorosa" a permanência de Lula no cárcere, mas acredita que, como um general, Lula sabe que está travando uma batalha. "Eu gostaria de tirá-lo de lá hoje, mas, como não posso, temos que continuar a mobilizar e denunciar o golpe internacionalmente, desmascarando para o povo o que de fato está ocorrendo no Brasil", expõe.

E acrescenta: "Temos que lutar para que Lula seja candidato, caso o golpe freie tal possibilidade, vamos aguardar a proposta de Lula qual será a próxima ação". 

Fenômeno Bolsonaro

Questionado sobre os motivos que levaram Jair Bolsonaro a ter um crescimento tão expressivo, Del Roio explica: "A saída das ditadura foi muito moderada, nenhum general foi condenado ou processado, não tendo um processo de educação nas escolas dizendo o que significou o golpe militar, passam-se os anos e novas gerações repetem inverdades de que no período militar não tinha violência ou corrupção, óbvio que é tudo mentira". 

"Além disso, Bolsonaro possui um grande trabalho nas redes sociais, onde ele angaria seu público, até mesmo porque em público ele não fala, sempre está fugindo", conclui. 

Inscreva-se na TV 247 e confira a entrevista:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247