Delator da JBS indica que gravou equipe de Janot durante reunião

O advogado e delator da JBS Francisco de Assis e Silva insinua ter a gravação de uma reunião com a equipe de Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República, durante as negociações de colaboração premiada; a gravação resgatada em um arquivo recuperado pela Polícia Federal também sugere nova atuação do ex-procurador Marcello Miller, quando ainda estava no Ministério Público, como meio de campo na delação dos executivos do grupo

Rodrigo Janot chega para sessão do STF 14/9/2017 REUTERS/Adriano Machado
Rodrigo Janot chega para sessão do STF 14/9/2017 REUTERS/Adriano Machado (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O advogado e delator da JBS Francisco de Assis e Silva insinua ter a gravação de uma reunião com a equipe de Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República, durante as negociações de colaboração premiada.

De acordo com reportagem da Folha, a gravação resgatada em um arquivo recuperado pela Polícia Federal também sugere nova atuação do ex-procurador Marcello Miller, quando ainda estava no Ministério Público, como meio de campo na delação dos executivos do grupo.

A insinuação acontece dentro do carro, numa conversa entre Assis e Silva, Joesley Batista, dono da JBS, e o executivo Ricardo Saud, que haviam acabado de deixar a PGR. 

"E teve mais uma outra coisa que ele [Pelella ou Sérgio Bruno] falou, logo que o Joesley entrou, que era uma conversa, que que era mesmo? Eu vou ouvir aqui de novo", diz Assis e Silva.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247