Delator diz que Paulo Preto recebeu em caixas propinas de R$ 24 milhões

Paulo Preto, operador do PSDB, teria recebido R$ 24 milhões em caixas de dinheiro, como propina por obra da marginal durante a gestão de José Serra. A denúncia foi feita em delação de ex-gerente de empreiteira, que, segundo ele, entregou caixas com dinheiro na Dersa

Delator diz que Paulo Preto recebeu em caixas propinas de R$ 24 milhões
Delator diz que Paulo Preto recebeu em caixas propinas de R$ 24 milhões
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Paulo Preto, operador do PSDB, teria recebido R$ 24 milhões em caixas de dinheiro, como propina por obra da marginal durante a gestão de José Serra. A denúncia foi feita em delação de ex-gerente de empreiteira, que, segundo ele, entregou caixas com dinheiro na Dersa.

Reportagem de Italo Nogueira e Wálter Nunes na Folha de S.Paulo revela que "um ex-gerente da empreiteira Delta declarou à Justiça ter destinado cerca de R$ 24 milhões em propina ao ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, em razão das obras de ampliação da marginal Tietê em 2009".

Os repasses teriam sido feitos antes da licitação e durante a execução da obra em São Paulo, na época do governo de José Serra (PSDB).

"O delator disse que chegou a levar caixas de dinheiro na sede da Dersa, estatal paulista que foi uma das responsáveis pela construção", aponta a reportagem.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247