DEM quer que Mandetta jogue papel político nacional depois de deixar o ministério

O ainda ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, decidiu não aceitar convites de governadores estaduais para atuar na saúde no plano local. Seu partido, o DEM, quer que ele desempenhe papel político de projeção nacional depois que sair do ministério

Luiz Henrique Mandetta
Luiz Henrique Mandetta (Foto: Isac Nbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Luiz Henrique Mandetta comunicou à sua equipe que não aceitará convites de governos estaduais depois que deixar o cargo de ministro da Saúde. Os governadores de Goiás e São Paulo, respectivamente Ronaldo Caiado (DEM-GO) e João Doria, já demonstraram interesse no ministro.

O partido de Mandetta, entretanto, prefere que ele tenha algum papel nacional após a saída do ministério, informa a coluna Painel da Folha de S.Paulo.

Quanto aos integrantes de sua equipe, Mandetta os liberou para decidirem se permanecerão no ministério, auxiliando quem chegar no seu lugar, ou se vão atuar em algum estado por convite de um governador. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247