Denúncias de desvios éticos crescem no governo Bolsonaro

Sob o governo Bolsonaro cresceram as denúncias de desvios éticos no exercício de cargos do Poder Executivo. É o que aponta um relatório da própria Comissão de Ética da Presidência da República

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Infrações éticas e conflitos de interesse se tornaram práticas comuns no governo de Jair Bolsonaro, segundo relatório da Comissão de Ética da Presidência da República.

Segundo o Painel da Folha de S.Paulo, o relatório aponta o aumento do número de processos. Foram 1.340 casos de desvios éticos em 2019, contra 803 em 2018.

Apesar do aumento das denúncias, o órgão aplicou apenas duas sanções durante o governo Bolsonaro. Contra a ex-presidente do Iphan Kátia Bogéa, por uso do carro oficial sem amparo legal, e o ministro da Educação Abraham Weintraub por ofensa aos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247