Depois de mandar Queiroga retroceder, Bolsonaro editará decreto liberando vacinação de adolescentes

A medida vem seis dias depois de o ministro da Saúde, a mando de Bolsonaro, orientar a suspensão da vacinação contra Covid-19 dos mais novos

Marcelo Queiroga e Jair Bolsonaro
Marcelo Queiroga e Jair Bolsonaro (Foto: Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Após mandar o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, suspender a vacinação contra Covid-19 de adolescentes, Jair Bolsonaro, segundo o jornal O Globo, editará um decreto para liberar a imunização dos mais novos.

O texto viabilizará a vacinação de adolescentes entre 12 e 17 anos somente com imunizantes liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a faixa etária, ou seja, a vacina da Pfizer. 

Na terça-feira (21), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou que compete a estados, Distrito Federal e municípios a decisão de imunizar adolescentes

PUBLICIDADE

O decreto deve ser publicado ainda nesta quarta-feira (22), disse o alto escalão do governo federal ao jornal.

Há seis dias, Queiroga afirmou que a vacinação deveria ser feita apenas em adolescentes com comorbidades.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email