Depois do acidente, obras paradas no Estádio de Brasília

Cinco operários foram atingidos por uma estrutura de ferro e madeira no final da tarde de segunda-feira, um será operado hoje; governo do DF pede apuração dos fatos; consórcio responsável pela construção garante amparo aos trabalhadores; atividades estão suspensas nesta terça

Depois do acidente, obras paradas no Estádio de Brasília
Depois do acidente, obras paradas no Estádio de Brasília (Foto: Folhapress)

Brasília 247 – As obras para a construção do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha têm o segundo acidente em menos de dois meses. Em junho, um operário morreu ao cair de uma estrutura com cerca de 40 metros, na última segunda-feira 6, uma estrutura de ferro e madeira despencou em cima de cinco trabalhadores.

O acidente aconteceu por volta das 17h40, mas o último homem a ser resgatado só foi tirado dos escombros às 20h35. Todas as vítimas foram encaminhadas ao Hospital de Base e passam bem. O caso mais grave é de Jeferson Neres de Almeida, de 22 anos, que fraturou a coluna e será operado nesta terça-feira 7. Antônio José Alves da Silva, de 18 anos, Silvano Santos Silva, de 24, José Hamilton Silva Souza, de 33 anos e Francisco Gusmão, de 69, devem receber alta do Hospital de Base ainda hoje.

O governador Agnelo Queiroz visitou os trabalhadores feridos no Base, onde ficou por cerca de uma hora.

A Polícia Civil está investigando o caso, mas não deu prazos para divulgar os culpados. Nesta manhã, a perícia deve concluir os trabalhos no Estádio. Laudo deve sair entre 15 e 30 dias.

O GDF pediu apuração dos fatos por parte da Consórcio Brasília 2014, responsável pela construção da arena. Em nota, o Consórcio afirmou que "que sua prioridade sempre é a segurança dos trabalhadores e que, após a fase de resgate, dedicará seus esforços no amparo aos trabalhadores e na apuração das causas do acidente".

Desde o momento do acidente as obras estão paradas.

Confira, na íntegra, a nota do governo do Distrito Federal:

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

Brasília, 6 de agosto de 2012 – O Governo do Distrito Federal lamenta profundamente o acidente ocorrido no fim da tarde desta segunda-feira no canteiro de obras do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

O GDF já solicitou ao Consórcio Brasília 2014, que é o responsável pela execução da obra, a adoção de todas as providências que se fizerem necessárias para apuração dos fatos, bem como de apoio aos trabalhadores acidentados e suas famílias, com quem o governador Agnelo Queiroz se solidariza.

Quatro dos operários apresentavam escoriações e lacerações. Eles receberam todos os cuidados médicos no Hospital de Base do Distrito Federal e estão fora de perigo. Um operário permanece preso às ferragens e está sendo resgatado pelo Corpo de Bombeiros. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) está no local e presta o atendimento de emergência, até que o operário ferido possa ser lavado para o Hospital de Base.

Ugo Braga
Porta-voz do Governo do Distrito Federal

Veja, na íntegra, a nota do Consórcio Brasília 2014:

O Consórcio Brasília 2014, responsável pelas obras do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, informa:

Na tarde desta segunda-feira (6 ago), ocorreu o acidente com uma estrutura em fase de concretagem;

O Corpo de Bombeiros foi imediatamente acionado e removeu para o Hospital de Base de Brasília cinco operários, que se encontram sob avaliações médicas;

O Consórcio Brasília 2014 reitera que sua prioridade sempre é a segurança dos trabalhadores e que, após a fase de resgate, dedicará seus esforços no amparo aos trabalhadores e na apuração das causas do acidente;

Não haverá expediente nesta terça-feira.

Brasília, 06 de agosto de 2012.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247