Deputado do PP do Amapá é investigado pela PF por suposto desvio de R$ 1 milhão

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão neste sábado. O esquema supostamente ocorria no gabinete do deputado e envolvia emissão de notas fiscais frias

www.brasil247.com - Dr. Alberto Negrão
Dr. Alberto Negrão (Foto: Reprodução/Assembleia Legislativa do Estado do Amapá)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A Polícia Federal cumpriu neste sábado (27) 15 mandados de busca e apreensão em Macapá, capital do Amapá, no âmbito da investigação batizada de "Operação En Passant", que apura a existência de um esquema fraudulento no gabinete do deputado estadual Dr. Alberto Negrão (PP), que teria desviado R$ 1 milhão.

Em maio deste ano, Dr. Alberto Negrão já havia sido afastado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pela prática de "rachadinha". A Assembleia Legislativa, porém, derrubou a decisão. 

Agora, foi a vez do Tribunal de Justiça do estado afastar o parlamentar.

PUBLICIDADE

A PF afirma que no gabinete do deputado havia um esquema de desvio de verbas por meio da emissão de notas fiscais frias. Com elas, o parlamentar era ressarcido por serviços não realizados. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email