Deputados da oposição denunciam escândalo com autonomia do BC: "raposa no galinheiro"

Parlamentares e figuras da oposição ao governo de Jair Bolsonaro criticaram a aprovação do projeto de lei que dá autonomia ao Banco Central, aprovado pela Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, 10

Enio Verri
Enio Verri (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Agência Câmara de Notícias - Políticos da oposição criticaram a autonomia do Banco Central, aprovada nesta quarta-feira, 10, pela Câmara dos Deputados. O deputado federal Ivan Valente (PSOL) chamou o projeto de lei (PLP 19/19) de “bolsa banqueiro”.

“É uma verdadeira captura das decisões de política monetária, de política fiscal, de política de crédito, a favor do capital financeiro e dos bancos”, disse.

Já a representante da Rede, deputada Joenia Wapichana (Rede), afirmou que a medida diminui o poder de atuação do presidente da República eleito. “Isso abre a possibilidade de uma política econômica eleita pelo voto popular não ser seguida pelo Banco Central”, alertou.

O líder do PT, deputado Enio Verri (PT), afirmou que a autonomia não vai resolver os problemas do País. “Como é que fica se o Banco Central começa a tomar uma política que diverge da política do governo? Como é que resolve esse choque?”, questionou.

A ex-deputada Manuela d’Ávila (PCdoB), nas redes sociais, criticou: “Desastroso! Autonomia do Banco Central acaba de ser aprovada em plenária. A raposa não pode tomar conta do galinheiro!”

Já o deputado federal Paulão (PT) disse que a autonomia do BC é um “projeto de lesa-pátria” e reafirmou que votou contrário à medida:

Alessandro Molon, parlamentar do PSB, criticou que enquanto milhões de brasileiros passam fome sem auxílio emergencial, a Câmara votou o projeto de lei que “privilegia os mais ricos”.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista ao Boletim 247 sobre o tema:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email