Deputados do PT pedem que PGR desarquive investigação que tem advogado amigo de Moro como alvo

Pedido de desarquivamento das representações contra o advogado Carlos Zucolotto, amigo do ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro, foi feito pelos deputados Paulo Pimenta e Ênio Verri

Advogado Carlos Zucolotto sozinho e com sérgio Moror
Advogado Carlos Zucolotto sozinho e com sérgio Moror (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os deputados federais Paulo Pimenta (RS) e Ênio Verri (PR), ambos do PT, solicitaram que a Procuradoria-Geral da República (PGR) promova o desarquivamento das representações que tem o advogado Carlos Zucolotto, amigo do ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro, como alvo. As representações estão arquivadas há dois anos. 

Segundo reportagem do blog da jornalista Bela Megale, o pedido veio na esteira da divulgação de que o procurador-geral da República, Augusto Aras, retomou as negociações de um acordo de delação premiada com o advogado Tacla Duran. 

Tacla Duran acusa Zucolotto, padrinho de casamento de Sérgio Moro, de atuar como intermediário de negociações envolvendo supostos pagamentos de propinas entre delatores e investigadores da Operação Lava Jato. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247