Deputados já articulam CPI do caso Queiroz

O deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) afirma que o caso envolvendo o ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, é grave e merece uma CPI; segundo Correa, a suspeita é a de que o motorista recebia propina de empresas de ônibus e fazia lavagem de dinheiro de milícias, daquelas que pode estar envolvidas no assassinato da vereadora Marielle Franco; Correa ainda frisa: "tudo para financiar a família Bolsonaro" e pede, em seu Twitter: "é caso para CPI"

Deputados já articulam CPI do caso Queiroz
Deputados já articulam CPI do caso Queiroz

247 - O deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) afirma que o caso envolvendo o ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, é grave e merece uma CPI. Segundo Correa, a suspeita é a de que o motorista recebia propina de empresas de ônibus e fazia lavagem de dinheiro de milícias, daquelas que pode estar envolvidas no assassinato da vereadora Marielle Franco. Correa ainda frisa: "tudo para financiar a família Bolsonaro" e pede, em seu Twitter: "é caso para CPI". 

O deputado Rogério Correia repercutiu em seu Twitter o artigo do jornalista Elio Gaspari, do jornal Folha de S. Paulo, em que a gravidade em torno do silêncio do ex-assessor só vai acumulando uma imensa tensão suicida para o bolsonarismo em seus momentos iniciais de governo. 

Veja o Twitter do deputado:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247