Deputados vão convocar chefe do GSI para explicar monitoramento do governo

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) anuncia que ele e os deputados Wadih Damous (PT-RJ) e Chico D'Angelo (PT-RJ) vão convocar ao Congresso o general Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do GSI, para dar explicações sobre o que é o plano do governo Temer para monitorar as redes sociais; "Ora, isso tem nome. Isso é espionagem institucional", diz Pimenta em vídeo para o site Nocaute

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) anuncia que ele e os deputados Wadih Damous (PT-RJ) e Chico D'Angelo (PT-RJ) vão convocar ao Congresso o general Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do GSI, para dar explicações sobre o que é o plano do governo Temer para monitorar as redes sociais; "Ora, isso tem nome. Isso é espionagem institucional", diz Pimenta em vídeo para o site Nocaute
O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) anuncia que ele e os deputados Wadih Damous (PT-RJ) e Chico D'Angelo (PT-RJ) vão convocar ao Congresso o general Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do GSI, para dar explicações sobre o que é o plano do governo Temer para monitorar as redes sociais; "Ora, isso tem nome. Isso é espionagem institucional", diz Pimenta em vídeo para o site Nocaute (Foto: Gisele Federicce)

247 - Em vídeo gravado para o site Nocaute, do jornalista Fernando Morais, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) anunciou que ele, junto com os deputados Wadih Damous (PT-RJ) e Chico D'Angelo (PT-RJ) irão convocar ao Congresso o general Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do GSI, para dar explicações sobre o que é o plano do governo Temer para monitorar as redes sociais.

"O governo, através de agências de publicidade, está contratando o serviço de monitoramento de manifestações nas redes sociais e também em ambientes públicos de desapreço, de oposição. Manifestação que de alguma forma ou de outra atinge e questiona as ações do governo", explica Pimenta.

"Ora, isso tem nome. Isso é espionagem institucional. Isto é um trabalho de dedo duro pago com o dinheiro público, absolutamente ilegal. Com relação a internet há inclusive uma vedação expressa no Marco Civil da Internet que impede que dados pessoais possam ser utilizados para monitoramento governamental ou de qualquer natureza", denuncia Pimenta.

"Dados pessoais não podem ser utilizados sem prévia autorização dos autores, dos proprietários das contas. Por isso nós estamos diante de um episódio que não pode ser tratado como algo qualquer", lembra o deputado. Assista acima.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247