Desembargadora vira ré no STJ por injúria a Jean Wyllys

O Superior Tribunal de Justiça tornou a desembargadora Marília Castro Neves ré por injúria por ter postado no Facebook que Jean Wyllys deveria ir para um "paredão profilático", "embora não valha a bala que o mate e o pano que limparia a lambança"

Desembargadora vira ré no STJ por injúria a Jean Wyllys
Desembargadora vira ré no STJ por injúria a Jean Wyllys

Revista Fórum - A desembargadora Marília Castro Neves, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), virou ré por injúria, nesta quarta-feira (15). A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) recebeu queixa-crime de Jean Wyllys, ex-deputado federal do PSOL, de acordo com informações do Valor.

Marília postou no Facebook que era favorável a um “paredão profilático” para Wyllys. A partir de agora, uma ação penal será instaurada.
Apesar da decisão, a Corte Especial determinou o não afastamento da desembargadora. A alegação é que os fatos se caracterizam como manifestações privadas e não têm relação com sua função.
 
Confira a íntegra da reportagem no site da Revista Fórum

Ao vivo na TV 247 Youtube 247