Dilma defende “ações concretas de governo” pela “justiça no campo”

Presidente deposta se solidariza com os familiares das nove vítimas da "bárbara chacina" em um assentamento no Mato Grosso e defende a "punição dos responsáveis, diretos e mandantes"; "São necessárias ações concretas de governo para realizar a justiça no campo, uma prioridade que defendemos e implementamos em nosso governo", ressalta ainda Dilma Rousseff em nota

Presidente deposta se solidariza com os familiares das nove vítimas da "bárbara chacina" em um assentamento no Mato Grosso e defende a "punição dos responsáveis, diretos e mandantes"; "São necessárias ações concretas de governo para realizar a justiça no campo, uma prioridade que defendemos e implementamos em nosso governo", ressalta ainda Dilma Rousseff em nota
Presidente deposta se solidariza com os familiares das nove vítimas da "bárbara chacina" em um assentamento no Mato Grosso e defende a "punição dos responsáveis, diretos e mandantes"; "São necessárias ações concretas de governo para realizar a justiça no campo, uma prioridade que defendemos e implementamos em nosso governo", ressalta ainda Dilma Rousseff em nota (Foto: Gisele Federicce)

247 - A presidente deposta Dilma Rousseff divulgou uma nota em que se solidariza com os familiares das nove vítimas da "bárbara chacina" ocorrida em um assentamento no Mato Grosso e defendeu a "punição dos responsáveis, diretos e mandantes".

Nos corpos dos trabalhadores rurais, que morreram a tiros ou a golpes de facão, foram identificados sinais de tortura. Alguns foram amarrados e outros decapitados, segundo análise da Polícia Civil.

"São necessárias ações concretas de governo para realizar a justiça no campo, uma prioridade que defendemos e implementamos em nosso governo", ressaltou ainda Dilma Rousseff. Leia a nota:

Frente à bárbara chacina na Gleba Taquaruçu do Norte, no Mato Grosso, expresso minha solidariedade às famílias das nove vítimas, trabalhadores rurais.

São necessárias ações concretas de governo para realizar a justiça no campo, uma prioridade que defendemos e implementamos em nosso governo.

A sociedade brasileira exige a punição dos responsáveis, diretos e mandantes.

DILMA ROUSSEFF

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247