Dilma: nova denúncia contra Lula é "gesto de desespero" da Lava Jato, que vê sua credibilidade entrar em colapso

Ex-presidente Dilma Rousseff critica a tentativa da Lava Jato de criminalizar doações legais ao Instituto Lula. "A cada derrota jurídica e a cada abalo de imagem, a Lava Jato, aflita, refaz acusações antigas, tentando recuperar o protagonismo perdido", afirma

Dilma: o jogo com Lula foi tão duro ou mais que o impeachment
Dilma: o jogo com Lula foi tão duro ou mais que o impeachment (Foto: Leonardo Contursi/CMPA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A ex-presidente Dilma Rousseff criticou nesta terça-feira, 15, a nova denúncia de procuradores da Lava Jato de Curitiba contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na qual tentam criminalizar quatro doações feitas pela empresa Odebrecht ao Instituto Lula entre 2013 e 2014.

Pelo Twitter, a ex-presidente Dilma classificou a nova denúncia da 'república de Curitiba' como um novo "gesto de desespero" dos procuradores do Ministério Público Federal, "que veem sua credibilidade entrar em colapso a cada evidência de seus métodos facciosos". 

"A acusação a Lula, como sempre, não tem provas, é velha e requentada, e deveria ser rejeitada pela mídia, infelizmente sempre submissa aos desmandos da lavajatice. Quem tem provas é o Instituto Lula. Recebeu doações legais de grandes empresas, todas documentadas por recibos e devidamente contabilizadas. A alegação de que o dinheiro teria saído de corrupção na Petrobras é falsa: Lula já foi absolvido desta acusação pela Justiça", afirma Dilma. 

"A cada derrota jurídica e a cada abalo de imagem, a Lava Jato, aflita, refaz acusações antigas, tentando recuperar o protagonismo perdido. Repete o método de criminalizar a política e a advocacia. Insiste em interditar Lula e, assim, continua atuando para destruir a democracia", acrescenta a ex-presidente. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email