Dilma: sabe o que é coisa de preto? O PT, o Lula, eu sou uma coisa de preto

Presidente deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, comentou o caso de racismo do jornalista William Waack em entrevista à agência de notícias alemã DW; questionada sobre a eventual necessidade de se ter o "novo" na política, Dilma respondeu: "Sabe o que eu acho que é o novo? Esse foi um pensamento que tive depois do caso do William Waack. Você sabe o que é coisa de preto? O PT é coisa de preto. O Lula é coisa de preto. Nós somos coisa de preto. Eu sou uma coisa de preto"

Presidente deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, comentou o caso de racismo do jornalista William Waack em entrevista à agência de notícias alemã DW; questionada sobre a eventual necessidade de se ter o "novo" na política, Dilma respondeu: "Sabe o que eu acho que é o novo? Esse foi um pensamento que tive depois do caso do William Waack. Você sabe o que é coisa de preto? O PT é coisa de preto. O Lula é coisa de preto. Nós somos coisa de preto. Eu sou uma coisa de preto"
Presidente deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, comentou o caso de racismo do jornalista William Waack em entrevista à agência de notícias alemã DW; questionada sobre a eventual necessidade de se ter o "novo" na política, Dilma respondeu: "Sabe o que eu acho que é o novo? Esse foi um pensamento que tive depois do caso do William Waack. Você sabe o que é coisa de preto? O PT é coisa de preto. O Lula é coisa de preto. Nós somos coisa de preto. Eu sou uma coisa de preto" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, comentou o caso de racismo do jornalista William Waack, da TV Globo, em entrevista nesta segunda-feira 13 à agência de notícias alemã DW (leia aqui a íntegra).

Questionada sobre a eventual necessidade de se ter o "novo" na política, Dilma respondeu: "Sabe o que eu acho que é o novo? Esse foi um pensamento que tive depois do caso do William Waack. Você sabe o que é coisa de preto? O PT é coisa de preto. O Lula é coisa de preto. Nós somos coisa de preto. Eu sou uma coisa de preto".

Dilma ainda indagou o que ainda seria novo no Brasil: "O gestor incompetente, tipo o Trump? O João Dória? Ou você deseja a política de animação de auditório como política social, que é o Luciano Huck? Isso é o novo?".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247