Dino: julgadores não podem ter animosidade pessoal contra o réu

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), criticou a postura dos desembargadores do TRF-4 durante o julgamento dos recursos do ex-presidente Lula no caso do tríplex do Guarujá; "Fora de lugar e de hora julgadores se ocuparem de defesas corporativas e de discursos políticos. A imparcialidade também reside em não ter animosidade pessoal, em ter sobriedade. Não está em julgamento a "honra" da Justiça ou do Ministério Público", escreveu Dino em seu perfil no Twitter

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), criticou a postura dos desembargadores do TRF-4 durante o julgamento dos recursos do ex-presidente Lula no caso do tríplex do Guarujá; "Fora de lugar e de hora julgadores se ocuparem de defesas corporativas e de discursos políticos. A imparcialidade também reside em não ter animosidade pessoal, em ter sobriedade. Não está em julgamento a "honra" da Justiça ou do Ministério Público", escreveu Dino em seu perfil no Twitter
O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), criticou a postura dos desembargadores do TRF-4 durante o julgamento dos recursos do ex-presidente Lula no caso do tríplex do Guarujá; "Fora de lugar e de hora julgadores se ocuparem de defesas corporativas e de discursos políticos. A imparcialidade também reside em não ter animosidade pessoal, em ter sobriedade. Não está em julgamento a "honra" da Justiça ou do Ministério Público", escreveu Dino em seu perfil no Twitter (Foto: Charles Nisz)

247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), criticou a postura dos desembargadores do TRF-4 durante o julgamento dos recursos do ex-presidente Lula no caso do tríplex do Guarujá.

Dino reclamou das falas dos desembargadores fazendo defesas corporativas do Judiciário e fazendo discursos políticos por conta de toda a expectativa criada pelo julgamento de Lula em segunda instância.

"Fora de lugar e de hora julgadores se ocuparem de defesas corporativas e de discursos políticos. A imparcialidade também reside em não ter animosidade pessoal, em ter sobriedade. Não está em julgamento a "honra" da Justiça ou do Ministério Público", escreveu Dino em seu perfil no Twitter.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247