Discurso fascista de Bolsonaro agride democracia e decoro do cargo

O presidente Jair Bolsonaro tem marcado a sua atuação à frente do Executivo nacional por falas em que ataca a democracia, difunde mentiras e destila preconceito e ódio; espraia-se na sociedade a sensação de que a democracia está ameaçada; Bolsonaro ofende a maioria da nação para manter compacta a parte do eleitorado que lhe é mais fiel

(Foto: 1992 ACCUSOFT INC, ALL RIGHTS RE)

247 -  O presidente Jair Bolsonaro tem marcado a sua atuação à frente do Executivo nacional por falas em que ataca a democracia. Reportagem da jornalista Carolina Linhares na Folha de S.Paulo lembra que nos últimos dez dias Bolsonaro disse que a jornalista Miriam Leitão mentiu ao dizer que foi torturada, quando ela foi de fato torturada pela ditadura; chamou nordestinos de "paraíbas"; questionou dados sobre desmatamento; disse que o jornalista Glenn Greenwald poderia ser preso e nesta segunda-feira (29), voltou à carga contra o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, dizendo saber como o pai dele teria desaparecido durante a ditadura militar. 

A reportagem ouviu especialistas que advertem que essas declarações pioram a imagem do Brasil no exterior e, internamente, contribuem para polarizar o país e radicalizar a luta política.   

“Bolsonaro alimenta o clima de polarização que qualquer presidente normal teria tentado reduzir”, diz Maria Hermínia Tavares, professora aposentada de ciência política da USP, pesquisadora do Cebrap e colunista da Folha. 

A professora acrescenta que Bolsonaro é "uma figura antidemocrática, e nós temos um paradoxo que é um sistema democrático presidido por um líder de extrema direita autoritário. Essa tensão permanece o tempo inteiro”.   

O professor de direito da USP Gustavo Badaró diz em relação à fala de Bolsonaro sobre o pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, que o presidente se coloca em posição complicada. “Ele dá a entender que sabe o que aconteceu. Se não sabe, mentiu sobre assunto relevante para a nação. Se sabe, tem o dever de vir a público e esclarecer. Até porque temos uma Comissão da Verdade para isso.”  

Os especialistas ouvidos pela Folha não consideram, contudo, que as falas de Bolsonaro vão gerar uma crise institucional no país. A verificar.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247