Dodge afronta ONU e pedirá que PT devolva dinheiro do fundo partidário

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, não se cansa de fustigar o PT na campanha eleitoral de 2018; mais uma vez, afrontando a ONU, que exigiu o respeito aos direitos políticos de Lula, ela pedirá que o TSE mande o partido devolver aos cofres públicos o dinheiro gasto na campanha presidencial enquanto o anúncio da substituição por Fernando Haddad não ocorrer; a sigla repassou R$ 20 milhões do fundo eleitoral à chapa presidencial – e desembolsou R$14,4 milhões para programas de rádio e TV

Dodge afronta ONU e pedirá que PT devolva dinheiro do fundo partidário
Dodge afronta ONU e pedirá que PT devolva dinheiro do fundo partidário

247 – A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, não se cansa de fustigar o PT na campanha eleitoral de 2018. Mais uma vez, afrontando a ONU, ela pedirá que o TSE mande o partido devolver aos cofres públicos o dinheiro gasto na campanha presidencial enquanto o anúncio da substituição de Lula não ocorrer. A sigla repassou R$ 20 milhões do fundo eleitoral à chapa presidencial –e desembolsou R$14,4 milhões para programas de rádio e TV.

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "a expectativa é a de que Dodge, que chefia o Ministério Público Eleitoral, formalize o pedido contra o PT nesta terça (4). A possibilidade de um garrote financeiro foi abordada durante o julgamento do pedido de registro de Lula, mas o tema não foi apreciado pelos ministros."

Ao vivo na TV 247 Youtube 247