Dodge tomará posse no Planalto. Janot não vai

Mostrando sintonia com Michel Temer, que a indicou para o cargo, Raquel Dodge tomará posse como nova procuradora-Geral da República no Palácio do Planalto; o atual ocupante do cargo, Rodrigo Janot, desafeto do peemedebista, não irá à cerimônia

O procurador-geral, Rodrigo Janot, e a subprocuradora-geral, Raquel Dodge, durante debate dos candidatos ao cargo de procurador-geral da República, promovido pela ANPT, AMPDFT e ANMPM (Antonio Cruz/Agência Brasil)
O procurador-geral, Rodrigo Janot, e a subprocuradora-geral, Raquel Dodge, durante debate dos candidatos ao cargo de procurador-geral da República, promovido pela ANPT, AMPDFT e ANMPM (Antonio Cruz/Agência Brasil) (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Depois de ser recebida por Michel Temer em um encontro na calada da noite no Jaburu e fora da agenda oficial, Raquel Dodge assumirá a PGR já com um aceno ao peemedebista, que a indicou ao cargo.

Em um sinal de apoio a Temer, ela tomará posse, em setembro, em cerimônia no Palácio do Planalto.

Desafeto de Temer, o atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que ainda deve apresentar  uma nova denúncia contra ele antes de deixar o cargo, não irá comparecer à posse.

As informações são da Coluna do Estadão.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247