Doria diz que Moro precisa ser mais firme contra motim de PMs

O governador de São Paulo, João ​​Doria, fez críticas nesta terça-feira (25) à atuação do ministro Sergio Moro e de Jair Bolsonaro na crise da segurança pública e na postura adotada em relação aos motinsde policiais militares nos estados

João Doria e Sergio Moro
João Doria e Sergio Moro (Foto: Luis Blanco/Governo do Estado de São Paulo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador de São Paulo, João Doria, chamou os motins de “miliciamento das polícias militares”, enfatizando que se trata de uma mobilização inconstitucional e antidemocrática.

Mencionando explicitamente o ministro da Justiça e Segurança Pública, Doria disse que Sergio Moro “precisa ter firmeza” no enfrentamento dos motins de policiais militares.  

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247