Doria diz que Moro precisa ser mais firme contra motim de PMs

O governador de São Paulo, João ​​Doria, fez críticas nesta terça-feira (25) à atuação do ministro Sergio Moro e de Jair Bolsonaro na crise da segurança pública e na postura adotada em relação aos motinsde policiais militares nos estados

João Doria e Sergio Moro
João Doria e Sergio Moro (Foto: Luis Blanco/Governo do Estado de São Paulo)

247 - O governador de São Paulo, João Doria, chamou os motins de “miliciamento das polícias militares”, enfatizando que se trata de uma mobilização inconstitucional e antidemocrática.

Mencionando explicitamente o ministro da Justiça e Segurança Pública, Doria disse que Sergio Moro “precisa ter firmeza” no enfrentamento dos motins de policiais militares.  

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247