Eleito deputado, youtuber bolsonarista se diz arrependido: era mais fácil ficar em Miami

"Se fosse hoje, eu não disputaria, era mais fácil ficar lá, com a vida estabelecida", disse o empresário e youtuber Luis Miranda, que se elegeu deputado, mas que antes mesmo de assumir já se diz arrependido, pois vai ter que voltar ao Brasil para trabalhar; "O Brasil sempre quis me abraçar, mas sabe aquele marido violento que algumas mulheres têm? É maravilhoso quando quer, o problema é que ele é violento, ele te bate e te xinga. O Brasil fez isso comigo", comparou o empresário

Eleito deputado, youtuber bolsonarista se diz arrependido: era mais fácil ficar em Miami
Eleito deputado, youtuber bolsonarista se diz arrependido: era mais fácil ficar em Miami

247, com informações do Congresso em Foco - Surfando na onda da criminalização da política e no discurso de ódio de Jair Bolsonaro, o empresário e autodenominado youtuber Luis Miranda se elegeu deputado federal. Mas antes mesmo de assumir ele diz estar arrependido, pois vai ter que voltar ao Brasil.

"Se fosse hoje, eu não disputaria, era mais fácil ficar lá, com a vida estabelecida", disse o empresário, como se candidatar a um cargo eletivo fosse brincadeira.

Com um canal no YouTube que tem 741 mil inscritos e uma página no Facebook com quase 3 milhões de seguidores, o empresário mora em Miami desde 2014, e já está em depressão por ter que voltar ao Brasil.

"O Brasil sempre quis me abraçar, mas sabe aquele marido violento que algumas mulheres têm? É maravilhoso quando quer, o problema é que ele é violento, ele te bate e te xinga. O Brasil fez isso comigo", comparou o empresário.

A choradeira é porque a campanha do deputado eleito enfrentou críticas por suspeitas de abuso de poder econômico.

"Eu ganhei honestamente e estão dizendo que dei iPhone para ganhar voto, mas eles próprios mostraram que o ganhador é de Miami. Estão tentando desconstruir minha imagem", afirma em entrevista à Revista Congresso em Foco, tentando explicar o sorteio dos aparelhos promovido por ele, que se transformou em uma ação na Justiça eleitoral.

Com 65 mil votos, Luís se elegeu pelo DEM deputado federal. Fez uma campanha pelas redes e só apareceu no país quando faltavam 25 dias para a eleição. Ele garante que tirou dinheiro do próprio bolso para bancar a sua campanha. Diz que investiu R$ 435 mil na sua própria campanha, que custou oficialmente R$ 530 mil.

O seu principal tema nos vídeos que publica em suas páginas nas redes sociais é tratando sobre o tal "sonho americano.

"Alguns sonhos não se pode realizar no Brasil", afirma Luis em um de seus vídeos. Eleitor de carteirinha de Jair Bolsonaro, Luis defende no Brasil a liberação de armas, entre outras pautas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247