Ellen Gracie desponta para a Justiça

Nome de Ellen Gracie, ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e integrante de um conselho da Fiesp, surgiu no entorno de Michel Temer como opção para o Ministério da Justiça, segundo a colunista Mônica Bergamo; o vice encontra dificuldades para emplacar a pasta; seu advogado, Antônio Claudio Mariz, foi “censurado” por procuradores da força-tarefa após críticas sobre as delações da Lava Jato 

Nome de Ellen Gracie, ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e integrante de um conselho da Fiesp, surgiu no entorno de Michel Temer como opção para o Ministério da Justiça, segundo a colunista Mônica Bergamo; o vice encontra dificuldades para emplacar a pasta; seu advogado, Antônio Claudio Mariz, foi “censurado” por procuradores da força-tarefa após críticas sobre as delações da Lava Jato 
Nome de Ellen Gracie, ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e integrante de um conselho da Fiesp, surgiu no entorno de Michel Temer como opção para o Ministério da Justiça, segundo a colunista Mônica Bergamo; o vice encontra dificuldades para emplacar a pasta; seu advogado, Antônio Claudio Mariz, foi “censurado” por procuradores da força-tarefa após críticas sobre as delações da Lava Jato  (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O nome de Ellen Gracie, ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e integrante de um conselho da Fiesp, surgiu no entorno de Michel Temer como opção para o Ministério da Justiça, segundo a colunista Mônica Bergamo.

O vice encontra dificuldades para emplacar a pasta. Seu advogado, Antônio Claudio Mariz, foi “censurado” por procuradores da força-tarefa após críticas sobre as delações da Lava Jato.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email