Em 2017, Bolsonaro disse que aposentadoria aos 65 anos é desumano

"Aprovar uma reforma [da previdência] com 65 anos é, no mínimo, uma falta de humanidade. Querer uma contribuição de 49 anos é um crime", disparou o presidente, à época, logo após Michel Temer (MDB) apresentar sua proposta de reforma estabelecendo a idade mínima; nesta quinta-feira, Bolsonaro apresentou sua proposta de reforma que inclui idade mínima de 65 anos para aposentadoria

Em 2017, Bolsonaro disse que aposentadoria aos 65 anos é desumano
Em 2017, Bolsonaro disse que aposentadoria aos 65 anos é desumano (Foto: Marcos Corrêa/PR)

247 - Defensor de aumentar a idade mínima para aposentadoria em sua reforma para a Previdência, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) mudou radicalmente de ideia sobre o tema nos últimos dois anos. Isso porque, em 2017, o então pré-candidato disse, durante um evento em Teresina (PI) que aumentar a idade mínima era "uma falta de humanidade".

"Aprovar uma reforma [da previdência] com 65 anos é, no mínimo, uma falta de humanidade. Querer uma contribuição de 49 anos é um crime", disparou o presidente, à época, logo após Michel Temer (MDB) apresentar sua proposta de reforma estabelecendo a idade mínima.

Nesta quinta-feira (14), no entanto, o presidente definiu que a nova reforma previdenciária estabelecerá idades mínimas de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247