Em 87,5% das decisões individuais, presidente do STJ atendeu aos interesses de Bolsonaro

De plantão no STJ em julho, o presidente do tribunal, João Otávio de Noronha, poderá receber eventuais recursos no caso Fabrício Queiroz

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, recebe o presidente eleito Jair Bolsonaro.
O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, recebe o presidente eleito Jair Bolsonaro. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, atendeu ao interesse do governo Jair Bosonaro em 87,5% de suas decisões individuais entre 1º de janeiro de 2019 e 29 de maio deste ano, de acordo com levantamento do Estado de S. Paulo.

Durante o recesso de julho, o presidente do STJ ficará de plantão no tribunal, ou seja, ele poderá receber eventuais recursos no caso Fabrício Queiroz, que está intimamente ligado à família Bolsonaro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247