Em carta, religiosos se solidarizam com Lula e grevistas

A Comunhão Mundial de Igrejas Reformadas (CMIR) e a Aliança de Igrejas Presbiterianas e Reformadas da América Latina (AMIR) enviaram nesta segunda-feira, 20, uma carta aos sete grevistas de fome, que completaram o 21º dia em greve de fome por justiça no Supremo Tribunal Federal (STF)

Em carta, religiosos se solidarizam com Lula e grevistas
Em carta, religiosos se solidarizam com Lula e grevistas (Foto: Contag)

247 - A Comunhão Mundial de Igrejas Reformadas (CMIR) e a Aliança de Igrejas Presbiterianas e Reformadas da América Latina (AMIR) enviaram nesta segunda-feira, 20, uma carta aos sete grevistas de fome, que completaram o 21º dia em greve de fome por justiça no Supremo Tribunal Federal (STF).

 O documento, que também reafirma o direito de Lula ser candidato, é assinado pelo reverendo Chris Ferguson (secretário Geral) e pelo reverendo Darío Barolin (Secretário Executivo).

"Valorizamos o vosso esforço e esperamos que seja um novo tempo para o povo brasileiro", destaca a carta. O documento ainda aponta, sobre a situação do ex-presidente, estar alinhado ao pedido do Comitê de Direitos Humanos da ONU que solicitou ao Estado brasileiro que tome todas as medidas necessárias para permitir que Lula desfrute e exerça seus direitos políticos como candidato as eleições presidenciais de 2018, da prisão, incluindo e pedido de acesso à imprensa e os integrantes de seu partido político.

Confira aqui a íntegra da carta.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247