Em dois meses, mais de 280 mil deixaram os planos de saúde e tornaram-se dependentes do SUS

Maioria dos casos são de pessoas que perderam o emprego ou tiveram algum outro tipo de queda brusca em sua renda mensal. Especialistas acreditam que tendência vai se manter

(Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A mistura entre pandemia e crise econômica, ambas vividas simultaneamente por este Brasil governado por Jair Bolsonaro, continua rendendo cenários preocupantes em termos socioeconômicos. Um deles é a debandada de clientes dos planos de saúde em apenas dois meses.

Os números são do IESS (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar) e correspondem aos meses de abril (que registrou 67,4 mil pessoas que abandonaram seus planos de saúde) e maio (outros 216,2 mil casos), ainda no começo da pandemia do coronavírus.

Especialistas acreditam que o balanço final de junho deve manter essa tendência, o que configuraria o pior trimestre da história desse setor no Brasil. Até o momento, já são 283 mil clientes a menos.

Leia mais na Fórum.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247