Em manifesto, partido de Bolsonaro diz querer lutar contra larápios

Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (12) sua saída do PSL e a criação de um novo partido, a Aliança pelo Brasil, de extrema-direita, sob controle do seu clã e dos mais fiéis correligionários. O manifesto da nova agremiação critica a "degradação moral" e destaca a luta contra "larápios"

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)

247 - O manifesto político do partido de Jair Bolsonaro, a chamada Aliança pelo Brasil, afirma que a agremiação será um instrumento para “livrar o país dos larápios, dos espertos, dos demagogos e dos traidores”.  

De extrema-direita, o novo partido apresenta discurso moralista. O documento foi divulgado pouco depois de Bolsonaro ter anunciado a sua saída do PSL, sigla pela qual foi eleito, e a intenção de criar a Aliança Pelo Brasil, informa a jornalista Thais Arbex na Folha de S.Paulo.  

“Aliança é união e é força. E a Aliança pelo Brasil é o caminho que escolhemos e queremos para o futuro e para o resgate de um país massacrado pela corrupção e pela degradação moral contra as boas práticas e os bons costumes”, afirma o manifesto.  

A saída de Bolsonaro do PSL acontece na sequência de uma guerra interna no PSL em que a ala bolsonarista e a liderada pelo presidente da sigla, o deputado Luciano Bivar (PE) se separaram na disputa pelo controle dos milionários fundos partidário e eleitoral.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247