Em medida drástica, Capes corta todas as bolsas internacionais deste ano

A Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), fundação ligada ao MEC (Ministério da Educação), decidiu cortar todas as bolsas internacionais de graduação e pós-graduação de 2020. A justificativa é o preço do dólar

Prédio da CAPES
Prédio da CAPES (Foto: Reprodução/TV Globo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Capes cortou todas as bolsas de estudo internacionais de 2020. A medida drástica está associada, segundo o MEC, ao câmbio. A fundação do MEC disse que as bolsas serão mantidas, mas que os programas de mobilidade acadêmica internacional estão suspensos por causa da emergência sanitária internacional que gerou desorganização nos calendários acadêmicos do mundo todo.

Além das explicações técnicas, a instituição ainda emitiu uma declaração: “o fato de universidades brasileiras e estrangeiras encontrarem-se fechadas, com as suas atividades suspensas ou canceladas, a variação cambial do dólar americano estimada para o cálculo da disponibilidade orçamentária e o câmbio recente, muito elevado, que impactaram diretamente as ações da Capes, levando ao redimensionamento do quantitativo de bolsas possíveis de implementação e o fechamento das fronteiras internacionais.”

A complementou: “as ações de implementação de bolsas de programas internacionais estão condicionadas ao retorno à normalidade das atividades das universidades de destino dos brasileiros. A medida não significa cancelamento de qualquer iniciativa, mas apenas o seu adiamento ou a readequação dos programas, em conformidade com a nova realidade mundial, incluindo questões de ordem orçamentária.”

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247